domingo, 3 de outubro de 2010

Parceria Geral de Pescarias

Vista geral da propriedade da Parceria Geral de Pescarias

A escotilha do navio, no edifício em terra...

A origem da Parceria Geral das Pescarias, instalada na freguesia de Santo André, no concelho do Barreiro, tem as suas origens nos armadores «Bensaúde & C.ª» que em 1866 iniciavam a actividade na pesca do bacalhau na Terra Nova com quatro veleiros.
Devido à sua localização privilegiada, o esteiro do Coina e a antiga Feitoria dos «Descobrimentos» - a Azinheira Velha, na Telha - localizada na sua margem direita, são adquiridos em 1891 pela Casa Bensaúde.
Em 1902 apesar de pertencerem ao mesmo armador, a empresa passa a denominar-se Parceria Geral das Pescarias utilizando agora na pesca do bacalhau 9 veleiros.
Um dos veleiros da pesca do bacalhau que chegou aos nossos dias foi o Creoula, construído - juntamente com o seu irmão-gémeo o Santa Maria Manuela - em 1937 nos estaleiros da CUF, em Lisboa. Em 1938 seria construído um terceiro navio da mesma classe, o Argus. O Creoula era um lugre de 4 mastros destinado à empresa Parceria Geral das Pescarias. Ao serviço dessa empresa participou nas campanhas da pesca do bacalhau, ao largo da Terra Nova, entre 1937 e 1973.
Hoje, o espaço ocupado pela Parceria Geral das Pescarias no Barreiro já não recolhe os lugres ou seca o bacalhau nas suas «mesas». Os visitantes dos mares do Norte foram substituídos pelos fotógrafos e curiosos da história, acolhidos por um velho “lobo-do-mar” - o sr. Helder Manso.

Sem comentários:

Enviar um comentário